sexta-feira, 13 de março de 2009

Vá, passo a explicar, para não me chamarem doida

Oh, mãe da Rita, nem tu saíste em minha defesa? :D

Fui apresentada a este texto há uns dias e tive a mesma reacção q a Sousa. Faltam aqui vírgulas, e nem foi o Saramago (eu sei q o Saramago virgula bem, ok??) q escreveu isto. :P

Ao mesmo tempo, gostei do texto, da crítica que senti por trás, do tom e pensei q gostava de saber mais sobre ele. De ler mais.

Tivesteis a mesma curiosidade ou só o estranhasteis?

Já digo de quem é! :P


Estou farta de batatas até aos olhos não posso ver batatas à minha frente porque tenho um azar danado enquanto toda a gente hoje tem o DIA mundial da poupança eu nasci numa casa em que andamos há cinco anos ou mais sim ou mais que eu tenho a impressão de que nunca vivemos senão assim mas o melhor é voltar ao que eu estava a contar enquanto toda a gente tem o dia mundial da poupança nós lá em casa andamos no ANO inteiro da poupança e o pior é que já vamos para o quarto ano da poupança e para quê? para chegarmos vivos ao fim do mês vivos mas cheios de batatas até aos olhos (...) deviam dar uma medalha ao meu Pai porque ele é um homem bestial que inventou a tal poupança antes do resto do mundo cá para mim deviam pôr o retrato dele nos livros
de história ao lado dos retratos dos navegadores porque ele descobriu a poupança antes dos outros sim porque a verdade é que a gente lá em casa anda a navegar em poupança antes dos outros há tantos anos que nem conhecemos outra coisa eu cá por mim estou à espera para ver se compro um livro de matemática porque com o dinheiro que o meu Pai ganha nem para o ano mas para voltarmos outra vez ao que eu estava a dizer o que eu quero é que ponham debaixo dos cartazes (do Dia Mundial da Poupança) «Viva o Pai da Guidinha que inventou o Ano da Poupança Doméstica»
ou qualquer outra coisa parecida para se fazer justiça.

7 comentários:

Cristina disse...

Não faço ideia...

Cristina

Mãe da malta disse...

neither do I. E tb me apeteceu fazer a mesma pergunta que a Sousa :)

Mãe da malta disse...

Googlei, achei :)

Mãe da Rita disse...

Sei que é das Redacções da Guidinha, do Sttau Monteiro mas nunca vi o livro propriamente dito, só excerto que Às vezes aparecem em manuais. Sei que eram crónicas jornalísticas quemais tarde, foram publicadas. Não achei nada de estranho, porque é que tinha de te defender? Eu acho tudo muito normal nos dias que correm :-D

flores disse...

LOL, haja sentido de humor. :) pensei q ao menos tu viesses em minha defesa. Já vi q ñ posso contar contigo. :)

As crónicas foram compiladas e o livro publicado há meia dúzia de anos. E tem uma capa gira.

http://www.portoeditora.pt/ficha.asp?ID=00701&a_clientes=1

É fácil de ler e pequenino.

InêsN disse...

eu quando li o post também achei que não estavas muito bem mas, com medo da minha própria ignorância, resolvi não comentar...

:)

Karla disse...

Eu tenho o livro e recomendo vivamente :D