quarta-feira, 2 de abril de 2008

Livro do Mês - Abril

E o grande vencedor é.... tchanananammmmmm:

Terras do Sem Fim, de Jorge Amado.

Ganhou com 10 votos contra 2 (grande derrota, Eça!), sendo que a Loira não votou em nenhum e a Fren não consegui perceber em quem votou!

Sugiro estabelecer o prazo de um mês para a leitura (ou seja, dia 2 de Maio sai o próximo livro do mês, se isto resultar). Daqui a umas duas semanas podemos trocar as primeiras impressões.

Sobre o autor:

Jorge Amado (1912-2001), nasceu no estado brasileiro da Bahia.
Formou-se pela Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro, em 1935. Militante comunista, foi obrigado a exilar-se na Argentina e no Uruguai entre 1941 e 1942, período em que fez longa viagem pela América Latina.
Em 1945, foi eleito membro da Assembléia Nacional Constituinte, pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB). Nesse mesmo ano, casou-se com Zélia Gattai (que também escreveu alguns livros interessantes).
Em 1947, ano do nascimento de João Jorge, primeiro filho do casal, o PCB foi declarado ilegal e seus membros perseguidos e presos. Jorge Amado teve que se exilar com a família na França, onde ficou até 1950, quando foi expulso. Entre 1950 e 1952, viveu na Checoslováquia, onde nasceu sua filha Paloma.
De volta ao Brasil, Jorge Amado afastou-se, em 1955, da militância política, sem, no entanto, deixar os quadros do Partido Comunista. Dedicou-se, a partir de então, inteiramente à literatura.
A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba por todo o Brasil. Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas, existindo também exemplares em braile e em fitas gravadas para cegos.

(É um dos meus escritores preferidos, autor de um dos livros-da-minha-vida, o absolutamente fabuloso Capitães da Areia; encontra-se muito mais informação em www.jorgeamado.org.br)


Sobre a obra:

Terras do Sem Fim é um romance de Jorge Amado publicado em 1943.
A obra é uma narrativa histórica sobre a luta dos coronéis do cacau pela posse das terras devolutas do Sul da Bahia. Trazendo trabalhadores, coronéis, prostitutas e aventureiros, um navio chega a Ilhéus, cidade pólo do universo cacaueiro. A mata de Sequeiro Grande é desbravada pelos conquistadores, porém parte dela permanece intacta, tornando-se alvo das disputas entre os coronéis. De um lado a família Badaró, cujo patriarca é o Sinhô Badaró, do outro lado a família de Horácio Silveira e sua esposa Éster. Cada facção vai agregando em torno de si outros coronéis, advogados e jagunços.
O livro constitui um resgate documental da história do mundo cacaueiro, a violência , os conflitos, os dramas humanos vividos durante a conquista da terra nas primeiras décadas do século XX.

Boa leitura!!

51 comentários:

Karla disse...

Eu só queria aqui deixar expresso que só não votei porque não vou ter tempo para acompanhar esta leitura, infelizmente, porque senão também tinha votado Eça (tadinho do Eça, é uma injustiça) :)

Boa leitura a todas, vou acompanhar de fora :)

Ana disse...

Já está reservado na biblioteca :)

flores disse...

Este só na biblioteca, mm. A edição da Livros do Brasil já está esgotada, há mto e houve uma edição da Círculo de Leitores, em 1973, já ñ deve havertb, pq já nem aparece no catálogo.

Ana Paula disse...

Eu conto daqui a uns quinze dias ter o meu piolho... mas mesmo assim vou começar a ler. Só não sei se o consigo acabar daqui a 1 mês.

Carla & Repolha disse...

Tenho um exemplar mas a 200km de distância - achava que cá estava mas népia... loirita, emprestas o teu?

Então até daqui a umas semanas

Ana Sousa disse...

No weboom há. Salvo erro custa 12 euros...

Mas eu não sei se consigo ler isto..

Vamos ver...

flores disse...

Ana,

é pouco provável q haja. A listagem da weboom é feita a partir dos livros q supostamente estão dsiponíveis nas editoras. No site dos Livros do Brasil tb aparece, mas é garantidinho q ñ há.

a mãe dos miúdos disse...

é desta que me faço sócia das bibliotecas da amora e do seixal...

tenho uma pequena reserva contra a política de um livro por mês: como é que temos tempo para ler outros? depois perde-se a ideia da sugestão... (isto sou eu a puxar a brasa à minha sardinha, que tenho uma catrefada deles em lista de livros-a-ler-sem-falta)

Mar disse...

Ó Sónia, o prazo pode perfeitamente ser outro, se as participantes assim quiserem. Foi uma sugestão minha, não é uma imposição. Só acho que não deve ser uma coisa demasiado prolongada, senão perdemo-nos um pouco, mas pode, obviamente, ser mais que um mês).

Digam de vossa justiça e muda-se já.

a mãe dos miúdos disse...

mas o prazo que tu disseste faz sentido. eu posso ver qual é o prazo no clube de livros da oprah e podemos ter também esse como ideia (o prazo)

Mãe da malta disse...

Vou daqui nada à biblioteca da vila, que por sinal é fraquinha. Obrigadinha ao clube, isso, puxem por mim. :p

Mãe Frenética disse...

Eu nao votei, mas vou tentar ler. Eu vou tentar, a serio!!! :)))

Cristina disse...

Eu vou tentar mas não prometo nada. O tempo escasseia para estes lados. E ainda tenho que encontrar o livro na biblioteca...

Bjos

Cristina

Ana disse...

Se começarem amanhã (que não eu)são 11,26 páginas por dia....um bocadinho puxado....depende se agarra ou não há primeira.

LP disse...

Eu sou óptima, votei neste livro e já o li ;). Pronto, vou continuar a ler a minha "Conspiração de Estúpidos".

Tenho lá a edição dos Livros do Brasil. Se alguém quiser eu empresto.

Márcia Carvalho disse...

Liliana, eu quero! Não sou fã de emprestimos apliados ao livro mas não quero perder este comboio!

LP disse...

Livro emprestado!

mamã Xana disse...

Fui buscá-lo ontem a casa do meu pai, Edição do Círculo de Leitores - 1973. :)

. disse...

Não tenho e tb não tenho como ir buscá-lo à biblioteca (o carro está na "alfisina" como diz o outro). Vou tentar arranjar uma solução. Luz

Loira disse...

Sou uma "opinion maker" LOLOLOLOL. ainda bem q optaram pelo Jorge Amado: ainda me está fresco na memória.

Loira disse...

Carluncha, empresto sim (é do Zé, mas ele n se importa). Para a semana, pode ser? Levo pequeno-almoço (leia-se pão ou bolo), livro e ofereço ajuda no ebay.
bjos

Cool Mum disse...

Que eficiência! Não faço a menor ideia onde o vou arranjar, mas gostava, lá isso gostava...

Mar disse...

Ó meninas, eu nem devia dizer isto, mas pode fazer-se o download da net, se não o encontrarem mesmo... ;)

Ana Sousa disse...

Epá. essa do download é q era!!!!

EU QUERO!!!

Mar disse...

Ana:

http://livrosparatodos.net/livros-downloads/terras-do-sem-fim.html

Tens que ter o e-mule, que eu não tenho. ;)

Márcia Carvalho disse...

eh pá. Mar, isso é que não!

Mar disse...

Ó Márcia, nunca fiz download de um livro na vida (até porque não acharia piadinha nenhuma, eu gosto do cheiro, do desfolhar de páginas).

Mas, neste caso, tendo passado o tempo dos direitos de autor (50 anos), já tendo o homem morrido, e sendo uma maneira de participar nesta partilha... Se isto puser a Ana Sousa a ler Jorge Amado é por uma boa causa!

flores disse...

LOL para a Márcia.

O meu vem a caminho do Porto e se calhar vou mm aproveitar a dica da mar, para o downloade para não perder o comboio.

Isso funciona como? Audio-livro ou e-book? Audio é q era. Aproveitar as horas de condução. :)

Vou ver.

Márcia Carvalho disse...

Estive à procura. O livro pode ser encomendado na Byblos, em Lisboa ou no Porto! Eu encomendei mas não sei quando vai chegar...

Márcia Carvalho disse...

ok, ok... tudo a favor da causa. Mas que raio de gente doida que vai escolher um livro que não existe em parte alguma... (Ainda dá para votar no Eça?!)

flores disse...

Oh Márcia,

garanto-te q ñ há. E ñ há Byblos q nos valha. :) Liguei para os Livros do Brasil e eles não têm há muuuuuuuuuito tempo. O q disse à Ana para a weboom aplica-se tb à Byblos.

Só em alfarrabistas, eventualmente.

Márcia Carvalho disse...

pronto! Assim até abro a expecpção para as fotocopias.

Mar disse...

Eu quando sugeri não sabia que não havia em lado nenhum... Até porque ele existe em casa dos meus pais, onde tenciono ir buscá-lo!

Parece haver aqui e não é caro:

http://www.alfarrabista.com

Márcia Carvalho disse...

parece que temos de esperar até 2011: http://diversao.uol.com.br/ultnot/livros/resenhas/2008/03/07/ult5668u7.jhtm

Cool Mum disse...

A planeta agostini está a editar a obra de J.Amado. Este livro vai sair em Dezembro (pelo menos é o que vem no site deles). E se...

flores disse...

Oh Cool, tens a certeza? estive a ver num quiosque à hora de almoço e na lista anexa ñ estava este.

Carla & Repolha disse...

LOLLL

Tá bonito... e se fizermos deste o livro do ano e formos rodando os exemplares existentes? Pode ser que lá para novembro esteja todo lido. Embora, o download seja por um bom motivo...

Thanx loira - pão ou bolo: iami, iami

Já agora ponham lá o livro que a liliana está a ler em lista de espera, sim? :)

Ana Sousa disse...

Thanks!!

Vou sacar e leio aqui no escritório.. pq eu tenho sempre MUUUUITO para fazer (not.. :( )

AnaBond disse...

isto de chegar atrasada tem muito que se lhe diga.

afinal, há livro ou não?
estou na dúvida.

é que acabei de ler o livro que estava a ler e já estava a babar-me para ler este.
sendo assim........ fico na dúvida.

flores disse...

Bonda,

a ideia é prosseguir. Pelo q percebi, quase tds têm o livro ou vão ter (emprestado, bibliotecado, ñ interessa)

Se o tiveres ou tiveres forma de o arranjar é para prosseguir a leitura. O prazo final pode ser reajustado tendo em conta estes percalços iniciais.

Isto aqui não há regras, é à vontade do freguês. :)

flores disse...

Bonda é giro, mas ñ é isso q queria escrever, claro. :)

Qto ao Rio das Flores, sp queres q to envie?

flores disse...

E, meninas, já tenho o meu Jorge Amado. Vou dar início à empreitada em pouco tempo. :)

Cheiro a livro antigo, vivido.

Estou ansiosa.

Cool Mum disse...

E eu vou-me estrear nas bibliotecas à conta d'O Clube...
Espero consegui-lo no Sábado.

Loira disse...

Mas não haverá outra edição para além da Livros do Brasil?

Mãe da malta disse...

ai ai, aqui na biblioteca da vila num há - dizem-me que há 29 dele, mas este não.

Vou passar pelo sogro, ler em paginas A4 de download não me apetece nada.

Eu apanho-vos, que os miúdos dão boas noites, e pra semana estou de ferias. Assim goste dele.

bjs

Maria João disse...

Posso participar?? Sempre quis participar num clube do livro (desde que me lembro...). Havia uma livraria brasileira em Lisboa há uns anos, algures na baixa (onde nunca fui mas onde alguém foi por mim), que deve ter edições brasileiras... Nunca li este livro apesar de ter lido uma quantidade de livros do J.A., da biblioteca de estudos brasileiros da FLL. É preciso deixar contributos? Digam coisas!

Maria João disse...

Bem, a leitora anterior também responde ao nome de mãe da Rita... posso ser encontrada em maedarita@gmail.com Boas leituras!

flores disse...

Fiquei baralhada com as marias joões, mães das ritas. São 2 ou é só uma? :)

Pode participar, sim, claro. Na leitura só ou quer contribuir com outras ideias e posts para o clube?

Se assim for, vou enviar convite para aderir, se for só na leitura pode opinar sp q quiser.

A ideia, para já, é lermos o livro até princípio de Maio e opinarmos sb o mm, daqui a umas 2 semanitas e no final da leitura.

Bem-vinda Maria João.

Susie disse...

O que eu sei é que pela primeira vez na minha vida fiz download de um livro da net. Mas se gostar muito vou comprar mais alguns dele e compenso. Prometo!

De ualquer maneira hei-de ir inscrever-me na Biblioteca...

Márcia Carvalho disse...

Ok. Estou na "corrida"! tenho nas mãos um livro que já por si terá muita história para contar. É yum livro com vida. Obrigada Liliana...

Cool Mum disse...

truz, truz
(frôzinha e mar)
posso, daqui do meu cantinho, pedir que não se faça a primeira discussão entre 22 e 27? vou estar away e com acesso muito limitado, e caro
(entretanto a leitura prossegue a bom ritmo)