terça-feira, 1 de abril de 2008

Livro das Boas-Noites

Este é o livro que tem de ser lido, pelo menos, uma vez antes de deitar. A Leonor adora a história e as ilustrações. Da minha parte, já sei alguns poemas de cor e não me canso de o ler pois é divertido e ao mesmo tempo mostra alguns "males" e "bens" do ser humano de uma forma, bem soft, para os pequenos e também para nós pais que por vezes esquecemo-nos do mais importante desta vida....


Amar o próximo no mínimo como a nós memos.


Resumo do livro pela Editora Ambar:

Quando o dia chega ao fim, tocam clarins para anunciar a chegada do Rei Sono e é tempo de dar as “boas-noites” aos que não vão deitar-se. Com o soninho, chega o velho João Pestana, espécie de mestre de cerimónias do Rei Sono. Este livro, com texto de José Jorge Letria e ilustrações de Mimi, é uma maneira de lembrar aos mais pequenos e também aos mais crescidos que há um tempo para interromper os trabalhos e os estudos e dar ao corpo e ao espírito o descanso que ambos merecem. A televisão, o estudo, a conversa e o resto podem muito bem continuar no dia seguinte. É, no fundo, um livro sobre os afectos, que, às vezes, durante a noite, se tornar sonhos doces, daqueles que apetece levar no bolso e na memória pelo dia dentro, logo que amanhece.


Livro das Boas-Noites
de José Jorge Letria
Ilustração:Mimi
Faixa etária: dos 4 aos 9 anos
Editor: AMBAR
Ano de Edição/ Reimpressão: 2006

8 comentários:

Luisa disse...

Gosto imenso desse livro. Leio muitas vezes ao Martim quando o ponho na caminha.

Terra Mãe disse...

Ainda não conheço este livro, mas estou curiosa. Coincidência ou não, no início de Março comecei a fazer um blogbookcrossing na terra dos liliputianos sobre livros de e para crianças. Querem acrescentar alguma novidade à lista?

Mar disse...

Também gostamos muito!

Karla disse...

E é livro para se ler todo na mesma noite ou são versos e contos para serem lidos um de cada vez?

Ana disse...

Pode ser seguido ou não.
Conforme o sono da criança :)

Costumo encurtar lendo um só verso (4 linhas?) em vez dos 2 versos de cada página e acabo sempre o livro.

mamã Xana disse...

Não conhecia.
Agora vou procurá-lo! :)

AnaBond disse...

hum...

Terra Mãe disse...

Já lemos! E todas as noites temos desejado as 'boas noites' a alguém diferente. Uma boa estratégia para pensar nos outros que provavelmente tem pouca gente a desejar-lhes 'boa noite'.