terça-feira, 1 de abril de 2008

O Amor em Tempos de Cólera

O resumo (muito resumido!):
O jovem Florentino Ariza apaixona-se pela linda Fermina, filha de Lorenzo Daza, um comerciante rico.
Fermina não tem a autorização do pai para seguir com o romance, que considera Florentino de estrato social inferior.
Fermina é mandada pelo pai para longe por dois anos. Ao regressar, os seus sentimentos por Florentino dissiparam-se.
Nessa altura conhece o jovem e galante médico em ascensão, Juvenal Urbino, e acabam por casar.
Mesmo assim, Florentino, que sabe não ser correspondido, jura amor eterno a Fermina e espera 52 anos pela oportunidade de viver o amor da sua vida.

Os livros do Gabriel Garcia Márques são para mim um marco, releio-os vezes sem conta nas mais variadas épocas da minha vida e sempre com grande impacto na minha visão do mundo e da vida.
Este livro é sobre o Amor, o Amor incondicional, louco, feito de fé e esperança, que dá razão à vida e até à morte, isto é o que sinto quando o leio.
Mas para mim os livros do Gabriel são sempre uma viagem vertiginosa feita de emoções, e isso é muito do que eu procuro nos livros.

14 comentários:

flores disse...

É O meu livro favorito dele. É tão bonito! E é uma boa (re)leitura para esta altura em q estreou o filme, ñ é?

Cool Mum disse...

o meu já tem a lombada esfarelada de tantas (re)leituras...

patrícia disse...

e eu vou-me penitenciar que devo ser a única pessoa que nunca leu nada dele... mas ãndo curiosa, e muito graças à Luz.

Ana Sousa disse...

Eu tb não li!

Aliás desde q tentei 457 vezes ler o "Cem anos de solidão" e não consegui, acho q fiquei traumatizada com esse gajo!

:p

Susie disse...

Eu com os livros tenho um sentimento estranho. Tenho vontade de reler alguns mas quando penso no tanto que ainda tenho por ler e no pouco tempo que posso dedicar à leitura acho que é mal empregado repetir. Li esse há anos, sei que gostei muito, mas pouco ou nada recordo da história. Se calhar devia relê-lo.

Márcia Carvalho disse...

(ainda)não consigo reler livros!

. disse...

:) Não sei se me chegavam três páginas para falar desse romance e desse escritor. Fico sempre contente por encontrar quem tenha apreciado um e outro. Não é um livro fácil, sequer consensual. Por isso é único. A cena que mais me marcou foi quando o Florentino bebeu perfume, fica-me sempre a imagem dele. Julgo que, no filme, que não vi ainda, tenham inserido a cena. Só li o livro uma vez. Nunca reli nada do Gabriel. Acho que nunca reli nada de nenhum autor. Sei que, passado o tempo devido, estarei a lê-lo(s) de outra forma, quem sabe ainda mais profunda. Luz

*Já alguém leu "Ninguém escreve ao coronel"? (um hino à mais pura solidão, do ditador abandonado aos escombros do seu passado). Quase ninguém gosta desse livro. Eu gostei, no sentido de um gostar de nó na garganta.

Carla & Repolha disse...

ana sousa, tenta a vez 458 que vale a pena. Demorei dois anos a ler as primeiras 30/50 páginas dos "Cem Anos..." e 3 ou 4 dias as restantes... :)

Este ainda não li...

Manhã de Inverno disse...

É um livro belíssimo, um dos meus preferidos de sempre, do GGM sem dúvida é o meu eleito. Já o li há uns anos e quero ver se o releio também. Já o Cem anos de solidão nunca acabei de ler. Não sei porquê, talvez porque o li a seguir a este e estava com grandes expectativas, uma vez que é tido como o melhor dele.

Luz,
Já li e gostei muito.

flores disse...

Tb tenho uma relação da mm estirpe com livros. Foram poucos os q reli, e sp por obrigação profissional. So many books, so litle tme. :)

Nunca li esse, estrelinha, e tb há filme dele. Q tb ñ vi. Sou uma fã de GGm mto rasca. :)

Ana disse...

Gosto tanto dessa capa. Lembro-me de ter lido esta história num livro sem qualquer imagem na capa....Já foi ha muito tempo....mas lembro-me tão bem do Florentino....tive tanta peninha dele :)

mamã Xana disse...

Nunca li o "Ninguém escreve ao Coronel", tenho-o na minha lista... mas há tantos livros.

E depois eu tenho esta mania de (re)ler os livros que me marcam, encontro-lhes sempre algo mais. :P

[Esta nova leitura tem mesmo a ver com o filme, assim crítico melhor! :D]

Cristina disse...

Acho que vou aproveitar a onda e relê-lo. LOL

Bjos

cristina

AnaBond disse...

eu já li coisinhas dele, coisinhas pequenas.
este e o "Cem Anos de Solidão" estão sempre em stand by até os comprar... mas tenho de os ler.