segunda-feira, 18 de maio de 2009

Mãe, de Pearl Buck

Ponto da situação:

Afinal, quantas somos?

Quem o está a ler?

Já disse que estou encantada?














(Nobel, por Nobel, prefiro esta ao Saramago. :))

15 comentários:

Cristina disse...

Já fui buscar o livro à biblioteca. E estou prestes a começar... (falta-me acabar o outro)


Cristina

Cristina disse...

Não é o outro, é outro. :)

Cristina

Cristina Bernardes disse...

A minha filha ofereceu-me este livro pelo Natal, fiquei positivamente surpreendida. É bastante bom.

http://florestadasleituras.blogspot.com/2009/01/me.html

LP disse...

Eu já disse que adorei!

Mãe da malta disse...

Caramaba, que eu não sabia. Vou procurar em ingles, e como demoro muito tempo a ler em ingles, ja estou atrasadissima.

Ana Paula disse...

Ups...
Vou tentar arranjá-lo ainda hoje.

Cool Mum disse...

Li tantos, há tanto tempo, que não me lembro se li este ou não...

Susie disse...

Eu tenho-o e li-o há cerca de dois anos. Mas tenciono voltar a lê-lo para vir comentar aqui. Assim que acabar o que estou a ler agora.
Sei que é muito bom, isso sei. Até porque sou uma fã desta escritora há muitos anos.

Mãe da malta disse...

encomendado no Amazon, deve chegar em dias. Mas prometo devorá-lo, se for assim tão bom :)

Mãe da Rita disse...

Requisitei-o hoje na Biblioteca da Escola (e aproveitei para o deixar em cima da secretária para os miúdos lhe mexerem...); comecei-o numa aula de estudo (des)acompanhado e estou a gostar. Li 2 capítulos mas as primeiras páginas emocionaram-me: aquela não é uma mãe como nós, que dá mama e deixa os bebés terem o seu «tempo», é a mãe que anda ao sabor do trabalho e da natureza, de uma vida vazia e tão cheia. Linguagem clara, simples, bonita. Boa escolha, meninas!

Loira disse...

Eu sei que disse que lia e tal... epá, mas não dá mesmo. Desculpem. Regresso em Agosto.

Cristina disse...

Já comecei e estou a gostar!

Cristina

tonsdeazul disse...

São estilos completamente distintos. Nem tem comparação. Saramago pode ser difícil de se gostar, mas quando se gosta... Ama-se!

De Pearl Buck gosto especialmente do livro "Histórias Maravilhosas do Oriente".

Mãe da Rita disse...

Acabei! Aliás, esta semana despachei 4 (nem vos digo como está a minha casa...). Gostei mas uma vida que é tão distante da nossa, tão de sobrevivência, continua a causar-me arrepios. É um livro muito forte. Que dizem mais?

flores disse...

Tb já acabei.